< !DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> https://www.facebook.com/meprotejadavidaalheia julia duarte

julia duarte

aka tristezinhadobem

insta: @julinhaduarte
www.facebook.com/artedejuliaduarte

(Todos os desenhos e textos postados aqui são autorais).
Existe um tempo cheio de tempos. (em Casa-ateliê da Julinha)

Existe um tempo cheio de tempos. (em Casa-ateliê da Julinha)

Amor que transforma sem se transformar. #tristezinhadobem (em Casa-ateliê da Julinha)

Amor que transforma sem se transformar. #tristezinhadobem (em Casa-ateliê da Julinha)

Cores para a base do capítulo &#8220;libertação&#8221; do livro Tristezinha do bem. (em Casa-ateliê da Julinha)

Cores para a base do capítulo “libertação” do livro Tristezinha do bem. (em Casa-ateliê da Julinha)

Só o vazio pode ser preenchido. (em Casa-ateliê da Julinha)

Só o vazio pode ser preenchido. (em Casa-ateliê da Julinha)

Me proteja de mim. (em Casa-ateliê da Julinha)

Me proteja de mim. (em Casa-ateliê da Julinha)

Eu acabei de acabar. (em Casa-ateliê da Julinha)

Eu acabei de acabar. (em Casa-ateliê da Julinha)

Você fala sem pensar. Eu penso sem falar. E assim nossos sonhos se cruzam, se desencontram se adivinham. A palavra dita, a palavra sentida, a palavra calada. Existe amor atrapalhado. (em Casa-ateliê da Julinha)

Você fala sem pensar. Eu penso sem falar. E assim nossos sonhos se cruzam, se desencontram se adivinham. A palavra dita, a palavra sentida, a palavra calada. Existe amor atrapalhado. (em Casa-ateliê da Julinha)

Para todo fim é preciso um sim. (em Casa-ateliê da Julinha)

Para todo fim é preciso um sim. (em Casa-ateliê da Julinha)

Hey, é você?

Eu inventei você, desde o princípio.

Quando seus olhos me diziam não, eu fazia questão de reinventá-los. Aplicando um brilho só deles, maquiando a sombra natural do medo.

Eu comecei a amar você. Quis casar, um lar, um par.

Quis mais para você do que para mim. Quis pela paixão. Quis pela união.

Quis pelos motivos que inventei.

Eu odiei você.

Quando soube que o inventado tinha partido.

Ferida, sentida e só.

Fiquei com a minha poesia.

Julia Duarte.

Estou dentro da nossa história. Help! (em Casa-ateliê da Julinha)

Estou dentro da nossa história. Help! (em Casa-ateliê da Julinha)